16 de fevereiro de 2008

Hemisfério Norte ou Sul?



Hemisfério Norte ou Sul?
(Por Viviane Lopes)

Muitas pessoas têm me perguntado sobre a Roda do Ano, com dúvidas por qual Hemisfério realizar seus rituais.

Bom, antes de ler o texto que eu escrevo abaixo, sugiro que leiam o tópico: O Mito da Roda do Ano, para primeiro entender o significado.

Após a leitura básica, vou tentar explicar o porquê de dois hemisférios. Mas, essa é a minha explicação pessoal, ok? A decisão da realização de rituais pelo Hemisfério Norte ou pelo Sul depende de cada um, a pessoa é quem decide a roda que vai seguir. Espero que consiga tirar suas dúvidas.

Bom, em primeiro lugar, os nomes de “Hemisfério Norte” e “Hemisfério Sul”, tem significado unicamente geográfico:

Hemisfério Norte:
Países europeus e/ou americanos, que ficam ao Norte (ex. Inglaterra).
Hemisfério Sul:
Países sul-americanos, que ficam ao Sul (ex. Brasil).

Então, quando dizemos que celebramos a Roda do Norte, significa que estamos realizando rituais da Roda do Ano conforme os habitantes do Hemisfério Norte mantendo o ciclo original celta.
Na verdade, a Wicca se originou nos antigos países europeus, então, a Roda do Ano comemorada pelo Hemisfério Norte nada mais é do que uma prática no mesmo ritmo dos antigos. Vamos ver:

Sabbats no Hemisfério Norte (Países Europeus na maioria):

Imbolc – 02 de fevereiro
Ostara – 20 de março (Equinócio de Primavera)
Beltane – 30 de abril
Litha – 20 de junho (Solstício de Verão)
Lammas – 01 de agosto
Mabon – 22 de setembro (Equinócio de Outono)
Samhain – 31 de outubro (Ano Novo ou Halloween)
Yule – 22 de dezembro (Solstício de Inverno)

Ok, então você vai dizer: mas como vou celebrar, por exemplo, Litha, no dia 20 de junho como Solstício de Verão, sendo que, no Brasil, dia 20 de junho começa o inverno?

Aí é que está a questão: por isso é que existe a Roda do Hemisfério Sul. Na verdade, esta opção foi uma adaptação que os wiccanos brasileiros encontraram para poder celebrar os equinócios e solstícios na data em que realmente ocorrem. Ou seja:

Sabbats no Hemisfério Sul (Brasil):

Imbolc – 01 de agosto
Ostara – 22 de setembro (Equinócio de Primavera)
Beltane – 31 de outubro
Litha – 22 de dezembro (Solstício de Verão)
Lammas – 02 de fevereiro
Mabon – 20 de março (Equinócio de Outono)
Samhain – 30 de abril (Ano Novo ou Halloween)
Yule – 20 de junho (Solstício de Inverno)

Certo? Mas então vem outras questões:
Como vou comemorar o Samhain (Correspondente ao Halloween) em abril, sendo que no resto do mundo essa data é em 31 de outubro?
Ou então, Yule (Correspondente ao Natal) em junho?
E Ostara (Correspondente ao Páscoa) em setembro?

Polêmico não é?

Pois é... Por isso existem wiccanos que preferem celebrar nas datas do Hemisfério Norte, pra coincidir com o resto do mundo, as comemorações e as datas festivas.
Mas em compensação, os equinócios ficam invertidos.

Por outro lado, celebrando pelo Sul, os equinócios ficam na data certa, mas as festividades celtas ficam invertidas.

Existe também a opção da Roda Híbrida, que celebra os Sabbats Maiores pelo Norte e os Sabbats Menores pelo Sul, mas a sequência do ciclo fica confuso.

Portanto, cabe a cada um decidir qual Roda vai seguir: Norte ou Sul. É uma opção individual.
Tanto faz uma como a outra. O importante é celebrar a Deusa e o Deus, entendendo o verdadeiro significado das celebrações da Roda do Ano, que é um ciclo de nascimento, vida, morte e renascimento, além de plantio e colheita.
Eu, particularmente, prefiro seguir pela Roda do Norte, embora more no Brasil. (Mas isso é uma opção individual).

Espero que tenha conseguido esclarecer aqui esta dúvida.
Viviane Lopes.