Hemisfério Norte ou Sul?



Hemisfério Norte ou Sul?
(Por Viviane Lopes)

Muitas pessoas têm me perguntado sobre a Roda do Ano, com dúvidas por qual Hemisfério realizar seus rituais.

Bom, antes de ler o texto que eu escrevo abaixo, sugiro que leiam o tópico: O Mito da Roda do Ano, para primeiro entender o significado.

Após a leitura básica, vou tentar explicar o porquê de dois hemisférios. Mas, essa é a minha explicação pessoal, ok? A decisão da realização de rituais pelo Hemisfério Norte ou pelo Sul depende de cada um, a pessoa é quem decide a roda que vai seguir. Espero que consiga tirar suas dúvidas.

Bom, em primeiro lugar, os nomes de “Hemisfério Norte” e “Hemisfério Sul”, tem significado unicamente geográfico:

Hemisfério Norte:
Países europeus e/ou americanos, que ficam ao Norte (ex. Inglaterra).
Hemisfério Sul:
Países sul-americanos, que ficam ao Sul (ex. Brasil).

Então, quando dizemos que celebramos a Roda do Norte, significa que estamos realizando rituais da Roda do Ano conforme os habitantes do Hemisfério Norte mantendo o ciclo original celta.
Na verdade, a Wicca se originou nos antigos países europeus, então, a Roda do Ano comemorada pelo Hemisfério Norte nada mais é do que uma prática no mesmo ritmo dos antigos. Vamos ver:

Sabbats no Hemisfério Norte (Países Europeus na maioria):

Imbolc – 02 de fevereiro
Ostara – 20 de março (Equinócio de Primavera)
Beltane – 30 de abril
Litha – 20 de junho (Solstício de Verão)
Lammas – 01 de agosto
Mabon – 22 de setembro (Equinócio de Outono)
Samhain – 31 de outubro (Ano Novo ou Halloween)
Yule – 22 de dezembro (Solstício de Inverno)

Ok, então você vai dizer: mas como vou celebrar, por exemplo, Litha, no dia 20 de junho como Solstício de Verão, sendo que, no Brasil, dia 20 de junho começa o inverno?

Aí é que está a questão: por isso é que existe a Roda do Hemisfério Sul. Na verdade, esta opção foi uma adaptação que os wiccanos brasileiros encontraram para poder celebrar os equinócios e solstícios na data em que realmente ocorrem. Ou seja:

Sabbats no Hemisfério Sul (Brasil):

Imbolc – 01 de agosto
Ostara – 22 de setembro (Equinócio de Primavera)
Beltane – 31 de outubro
Litha – 22 de dezembro (Solstício de Verão)
Lammas – 02 de fevereiro
Mabon – 20 de março (Equinócio de Outono)
Samhain – 30 de abril (Ano Novo ou Halloween)
Yule – 20 de junho (Solstício de Inverno)

Certo? Mas então vem outras questões:
Como vou comemorar o Samhain (Correspondente ao Halloween) em abril, sendo que no resto do mundo essa data é em 31 de outubro?
Ou então, Yule (Correspondente ao Natal) em junho?
E Ostara (Correspondente ao Páscoa) em setembro?

Polêmico não é?

Pois é... Por isso existem wiccanos que preferem celebrar nas datas do Hemisfério Norte, pra coincidir com o resto do mundo, as comemorações e as datas festivas.
Mas em compensação, os equinócios ficam invertidos.

Por outro lado, celebrando pelo Sul, os equinócios ficam na data certa, mas as festividades celtas ficam invertidas.

Existe também a opção da Roda Híbrida, que celebra os Sabbats Maiores pelo Norte e os Sabbats Menores pelo Sul, mas a sequência do ciclo fica confuso.

Portanto, cabe a cada um decidir qual Roda vai seguir: Norte ou Sul. É uma opção individual.
Tanto faz uma como a outra. O importante é celebrar a Deusa e o Deus, entendendo o verdadeiro significado das celebrações da Roda do Ano, que é um ciclo de nascimento, vida, morte e renascimento, além de plantio e colheita.
Eu, particularmente, prefiro seguir pela Roda do Norte, embora more no Brasil. (Mas isso é uma opção individual).

Espero que tenha conseguido esclarecer aqui esta dúvida.
Viviane Lopes.

Marcadores

10 anos de blog A Carga da Deusa A Carga do Deus A Deusa do Norte A magia das fragrâncias A magia dos metais A Pirâmide das Bruxas A Roda do Ano A Wicca de Cada Um Agradecimento Alquimia Altar Animais do Poder Animal Guardião Animal Totem Antiga Religião As faces da Deusa As leis da Wicca As responsabilidades na Wicca Avalon Banimento Bem-vindos! Blog Bruxa de Blair Bruxaria Italiana Bruxas Casamento wiccan Castlefest Chuva de meteoros Círculo Mágico Como me torno um(a) bruxo(a)? Cozinha da Bruxa Crenças Dedicação Dia das Mães Dúvidas Eclipse Egrégora Elementos Encontro Aberto Wicca Ipatinga Encontro Social Pagão® Energias Ervas Estudos Eu sou Pagã Gatos Gerald Gardner Glantonbury Guia de estudos Wicca Guias Espirituais Handfasting Hemisfério Norte ou Sul Hermetismo Imagens pagãs Iniciação Inquisição Jan Duarte Lista de postagens em ordem alfabética Livro das Sombras Livros indicados Lua Cheia Lua de Sangue Lua Sangrenta Mãe Terra Magia dos dias da semana Magia prática Margaret Murray Meditação Merlin Mitos e Lendas Natal Nomes Mágicos O 13º signo e o calendário wiccano O Alfabeto Theban O Deus de Chifres O Mito da Descida da Deusa O mito da Roda do Ano O poder do três vezes três O que é Wicca? O renascimento da Wicca O significado de Blessed Be Orações Oráculos Origens da Bruxaria Os Celtas Os Esbats Os Estudiosos e a Wicca Ouija Pagan Music Salt Lake Paganismo Panteão Brasileiro Panteão Celta Panteão Egípcio Panteão Grego Panteão Hindu Panteão Nórdico Panteão Romano Panteões Pedras e Cristais Planetas Poções Povos Nórdicos Princípio Criador Projeto Gaia Paganus® Receitas Reciclagem Reflexão Reportagem sobre Bruxaria Respeito Rituais e feitiços Rituais para o ano novo Ritual Rosário da Deusa Runas Sabbat Beltane Sabbat Imbolc Sabbat Lammas Sabbat Litha Sabbat Mabon Sabbat Ostara Sabbat Samhain Sabbat Yule Selena Fox Sexta-feira 13 Signos Símbolos Stonehenge Stregheria Tabuleiro Ouija Tempo Mágico Termos usados na Bruxaria Tradições Treze metas Valquírias Varetas Saxônicas Velha Religião Vikings Wicca e fantasia Wicca no Brasil Xamanismo

Comentários