24 de junho de 2009

A Bruxaria e a Velha Religião


Saudações!
Hoje trago a vocês uma pequena entrevista muito interessante sobre a Velha Religião Italiana, retirado do site La Vecchia Religione.





Que relação tem entre a Bruxaria e a Velha Religião?

O termo Bruxaria é um nome popular que geralmente, há muitos séculos, define a nossa religião.
Decidimos em nos afastar deste termo porque estamos cansados de ser continuamente mal entendidos e discriminados por uma sociedade mal informada onde esta palavra ainda hoje gera muitos mal entendidos.

É suficiente consultar um dicionário qualquer para perceber isto, o meu por exemplo, diz: "prática ou operação de magia, geralmente ligada ao comércio com os espíritos do mal ou um ritual misterioso e sinistro".

Como se não bastasse, muitas vezes o termo Bruxaria é percebido ou usado como sinônimo de Magia, e isto gera ainda mais confusão, e até entre muitos aspirantes a praticantes que nos chamam, não porque estão atraídos pela nossa religião, mas porque querem praticar a Magia atraídos pelo que viram na televisão.

Com este pequeno exército de aspirantes bruxinhas e pequenos magos nós não queremos ter nada a ver, e insistimos em dizer isto.

Que relação tem entre a Wicca e a Velha Religião?

De nossa parte sem dúvida temos um grande respeito e solidariedade, pois fazemos parte da mesma grande família.

Pelo fato que somos italianos, simplesmente nós nos sentimos mais ligados as tradições originárias do nosso país e da área mediterrânea, ao invés das tradições originárias da área anglo-saxã.

Que relação tem entre o Paganismo e a Velha Religião?

Quando o cristianismo virou a ser a religião oficial do Império Romano, o termo Pagão foi utilizado para definir todos os infiéis, os não cristãos.

Um jeito simples e eficaz também para suprimir melhor qualquer outra identidade religiosa.

Historicamente e culturalmente então é errado, na minha visão, considerar o termo pagão como sinônimo exclusivo de politeísta.

Mesmo respeitando todos aqueles que até hoje em dia definem-se pagãos ou neo-pagãos e que também sentem-se orgulhosos em sê-los, nos recusamos e não aceitamos a utilização desse termo enquanto não representa absolutamente o nosso ponto de vista.

Que relação tem entre o diabo e a Velha Religião?

Simplesmente nenhuma relação.

O diabo sempre foi o melhor pretexto para desacreditar e destruir aqueles que pensavam diferente.

O diabo não faz absolutamente parte da nossa cultura, não acreditamos na existência do diabo e honestamente estamos até cansados em ser continuamente relacionados a esta entidade que historicamente e culturalmente não nos pertence.

Mas então por que o "casal Divino" muitas vezes na Velha Religião é representado por Lúcifer e Diana?

Porque na cultura da Velha Religião, cujo origens são pré-hebraicas, Lúcifer representa simplesmente um dos variados aspectos com a qual é representado o Grande Principio Masculino (assim como Diana muitas vezes representa o Grande Principio Feminino) e é uma Divindade absolutamente positiva, associada ao Sol e preposta ao dispensar a Luz do Conhecimento.

Nada a ver então com o mito do anjo rebelde ou com o diabo.

Vocês são uma seita religiosa?

Absolutamente não.

Infelizmente a maioria das pessoas tem o mau hábito de pensar que grupos religiosos numericamente inferiores são como seitas potencialmente perigosas para a sociedade e para os indivíduos que fazem parte delas.

Isto porque a maioria das pessoas, evidentemente, pensa que uma religião seja digna de ser considerada tal somente se tem milhares de seguidores.

Nós, preferimos a qualidade, do que a quantidade.

Quer dizer que não fazem proselitismo?

Exatamente.

Vocês são uma sociedade secreta?

Absolutamente não.

A maioria entre nós são simplesmente pessoas reservadas e discretas.

Quando a sociedade se demonstrar um pouco mais disponível conosco, facilmente esta exigência de sermos reservados cairá, e tenho certeza que muitos entre nós serão bem felizes ao poder finalmente exprimir-se em liberdade. Eu primeiramente.

Que relação tem entre a Velha Religião e as outras religiões?

Não comungar com as idéias alheias não significa estar contra estas idéias alheias.

A Velha Religião ensina o respeito das crenças alheias e o diálogo como instrumento para superar cada incompreensão e poder enfim conviver pacificamente com todos aqueles que pensam diferente de nós.

Não queremos convencer ou desacreditar ninguém, queremos somente sermos respeitados e sermos deixados em paz por viver e exprimir livremente aquilo cujo nós acreditamos.


Extraído do site La Vecchia Religione