27 de maio de 2010

A exortação da Deusa



Sempre que tiveres necessidade de algo, uma vez por mês,
E melhor que seja quando a Lua está cheia, então deverás te reunir
Em algum lugar secreto e adorar-me, a Mãe das Estrelas,
Virgem Eterna, a Rainha de toda Bruxaria. Lá irão se reunir,
Aqueles que tem desejo de aprender meus segredos,

E aqueles que ainda não ganharam meus segredos mais profundos.
E sob meu olhar vigilante te ensinarei aquilo que é desconhecido.
Para a glória de toda a criação canta, festeja, dança, faz música,
E ama tudo em minha presença. Pois meu é o êxtase do espírito,
E minha também é a alegria na Terra, pois minha lei é amar todas as criaturas.

Eu suplico-te a que mantenhas puros teus mais elevados ideais,
Que sempre os busque, que não deixes que ninguém te pare ou te desvie.
Pois meu é o segredo que abre a porta da juventude,
Meu é o cálice do vinho da vida, e meu é o Caldeirão de Cerridwen - O Cálice sagrado da Imortalidade.

Eu sou a graciosa Deusa que dá o presente da alegria ao coração do homem.
Quando te reunires em meu nome eu te darei conhecimento do espírito eterno,
E após a morte eu te darei paz e liberdade, e a seu tempo união com aqueles que se foram antes.

Ouve agora as palavras da deusa estrela, cujo corpo engloba o universo.
Eu sou a beleza da Terra verde, e a lua branca entre as estrelas.
E o mistério das águas, e o desejo de todos o homens.
Eu clamo a tua alma para que se eleve e venha até a mim.
Pois eu sou a alma de toda a natureza que dá vida ao universo.

De Mim procedem todas as coisas, e a mim todas as coisas devem voltar.
Amada pelos deuses e pelos homens,
Deixa que meu divino mais profundo seja moldado no êxtase do universo.
Deixa meu louvor estar em teu coração, para regozijar-se,
Todos atos de amor e prazer são meus rituais.

Assim deixa sempre haver beleza e força, poder e compaixão,
Honra e humildade, alegria e reverência dentro de ti.
A ti que me procuras, saibas que busca e ânsia não te dará proveito,
A menos que saibas o mistério. Pois é aquilo a que tu buscas,
Se não encontrares dentro de ti mesmo, nunca encontrarás fora.

Pois vê, eu estou contigo desde o princípio,
E eu sou aquela a quem se chega ao final do desejo.
Lembra-te disto, pois te iluminará o caminho,
E te levará até ao mais sagrado de todos os mistérios.