4 de junho de 2011

Nomes Mágicos: O que são e quais os tipos existentes

Nomes Mágicos
(Por Graelan Wintertide)

Uma das primeiras coisas que você vai descobrir quando começar a explorar a Internet Pagã é o uso de nomes adotados. Em todo lugar que você olhe, seu browser parece te levar a outra Raven ou a um site da rede cujo nome é formado pela combinação de palavras Lua, Lobo, uma cor, ou um dos elementos. Para um estranho, a prática de pegar um nome adicional pode parecer estranha; para aqueles na Arte, algumas vezes é confuso. O que os nomes significam? Eles são dados ao praticante ou eles são escolhidos pelo indivíduo? E se eu sou Pagão, eu preciso ter um nome adicional para ser verdadeiramente uma parte da Arte?

Nomes diferentes, Usos diferentes

Apesar de existirem muitos usos diferentes para os nomes adotados na comunidade Pagã, ambos a adoção e o uso de nomes geralmente cai em uma das 3 categorias básicas: Nomes Públicos, Nomes da Arte, e Nomes Secretos.

NOME PÚBLICO

Enquanto a Internet detém um enorme potencial de troca de informações e alcança populações diversas, existe grande preocupação sobre a informação pessoal do usuário cair em mãos erradas. As preocupações normais referentes à privacidade e anonimato são ampliadas dentro da Comunidade Pagã. Existem grandes doses de conceitos errados sobre a Arte e Pagãos muitas vezes temem perseguição no que se refere às suas crenças.

Com o espantoso número de usuários da Web, Os Pagãos da Internet muitas vezes acabam por ter um endereço de e-mail que reflete sua natureza mágica. Até porque, só pode existir um "joesmith@aol.com" todos os outros Joe Smith na AOL precisam ter endereços diferentes.
O endereço de e-mail de uma pessoa muitas vezes se torna a face da pessoa na Internet. Como eles continuam interagindo com outros indivíduos, eles podem achar que seus novos cyber-amigos terão menos trabalho lembrando de seu endereço de e-mail do que de seu nome fora da rede. Algumas vezes, o endereço e-mail é escolhido com esta possibilidade em mente. Por exemplo, Jane Doe cujo endereço de e-mail para a Comunidade Pagã é catmagick@address.com pode logo se tornar conhecida apenas como "Cat" para seus amigos on-line. Quando ela criar seu site pessoal, ela o chama de "Cat's Den," e o que era um simples endereço de e-mail, se torna uma persona.

Devido a sua nova identidade estar tão envolvida com suas relações com a comunidade Pagã on-line, ele se torna seu nome off-line quando encontrando novos Bruxos e Wiccans. O novo nome se torna quando falando de suas crenças.

NOMES DA ARTE

Enquanto Nomes da Arte podem ser usados ao interagir com o público, sob circunstâncias normais eles são intencionalmente adotados como parte das crenças individuais, mais do que o indivíduo lentamente crescendo em sua identidade. O Nome da Arte pode ser escolhido pelo praticante ou pode ser dado a ele por outro Pagão ou pessoa que ele respeite e que o conheça bem. Em ambos os casos o nome é geralmente adotado quando o indivíduo recebe o nome através de um ritual para reconhecer seu crescimento em, ou seu compromisso para com, suas crenças -- por exemplo como parte de seu rito de Iniciação.

Não é incomum para o praticante ter um nome durante seu período de estudo inicial de um ano e um dia, apenas para achar que eles cresceram em seus conhecimentos e sua experiência se aprofundou. Se for este o caso, é completamente aceitável escolher um nome diferente depois que o período de um ano e um dia foi completado. Não apenas o novo nome claramente captura o caminho do indivíduo, mas a aceitação do novo nome pode ser usada para reconhecer seu crescimento e sua passagem por um marco de seu caminho.

Enquanto o Nome Público pode refletir aspectos de um caminho individual, o Nome da Arte na maior parte das vezes o faz. Um entendimento das tradições por trás do Nome da Arte vai normalmente lhe dar um insight nas crenças do indivíduo, sua prática pessoal, ou as áreas de sua Arte que ele trouxe mais fortemente para si. Enquanto o Nome da Arte pode posar de Nome Público, o oposto raramente é real. Mesmo se a pessoa usou seu Nome Público por algum tempo, ele quase sempre considera ter um diferente identificador como Nome da Arte. Se um Nome da Arte diferente é tomado, usualmente - mas não sempre - é usado para interagir com o público e o Nome público cai em desuso.

NOME SECRETO

Nomes Secretos são apenas adotados em certas Tradições e não largamente utilizados em toda a Arte. O conceito é colhido de uma quantidade de crenças indígenas que levam a alma da pessoa à sua própria e única identidade. Revelar este nome leva o indivíduo às chaves para o subconsciente e o nome é guardado cuidadosamente e não é dividido com outros indivíduos, com exceção de certas cerimônias de ligação. O nome é normalmente recebido ou descoberto através de sonhos ou trabalho de meditação profundo e não é algo que pode ser simplesmente descoberto por procura consciente.

Nomes Secretos apenas são usados em trabalhos rituais solitários e ocasionalmente em jornadas xamânicas. Um subgrupo do Nome Secreto pode ser o nome de Trabalho - um nome que é usado apenas em tipos específicos de rituais e estudos e pode ser dado por outros indivíduos que dividam o trabalho com o praticante.

ENCONTRANDO SEU PRÓPRIO NOME

Primeiro de tudo, não é todo mundo da Arte que tem um nome adicional. É uma preferência pessoal e geralmente é atado à Tradição que o indivíduo pratica. Nenhum dos vários tipos de nomes são necessários e nenhum deve ser adotado levianamente. Mesmo os Nomes Públicos podem se tornar algo com que você seja associado nos anos a vir, então se assegure que o nome lhe "cabe" quando você o pega para si.

LINHAGEM E O PODER DOS NOMES

Existe um certo poder em dar nomes. "A Floresta das Velhas Árvores com mortalhas de névoa" evoca uma certa imagem que, "o caminho de madeira logo ali" simplesmente não consegue. Como muitos de nós descobrimos em nosso trabalho mágico, manter uma imagem em nossas mentes permite-nos experimentar a energia da imagem. E uma vez que somos capazes de conectar com esta energia, nós podemos usá-la em nossos rituais e trabalhos de magia.
Um dos meios de escolher um nome da Arte é pensar a respeito dos tipos de energia que você visualiza sendo associados com ou que você particularmente tem afinidade. Alguém que vive a navegar pode escolher palavras com "vento", "ondas", e "mar". Alguém que é particularmente ligado a vida selvagem pode escolher palavras como "Sempre viva", "lobo", ou "floresta".

Uma vez que você tenha uma lista, a chave é colocá-los juntos de modo a capturar a energia que você sente mais próxima de você. Por exemplo, nosso marinheiro pode escolher "Vento do Mar" enquanto nosso amante da vida selvagem pode escolher "Lobo Verde". Se você não pode capturar um instantâneo completo da energia em um mundo, escolha um primeiro e um último nome. Nosso marinheiro pode também se sentir conectado com amanheceres e com pores-do-sol, eles podem escolher, "Vento do mar do amanhecer" como seu nome da Arte. Tenha em mente que se você usar dois nomes o principal deve descrever o maior evento ("Vento do mar" sendo um meio ambiente constante) enquanto o secundário deve ser o menor evento ("amanhecer" apenas se aplicando a uma parte específica da manhã). Esta é uma regra geral para uso em quase todas as Tradições com raízes ocidentais.

UM NOME TODO SEU

Depois de seguir pelo processo acima, se você apenas não encontrar algo que ressoe com você, você pode querer tentar outra aproximação. Depois de escrever uma lista de palavras que representem meu próprio caminho, eu achei que nenhum funcionaria como nome. Não existiam combinações que eu sentisse apropriados a representar eu mesmo ou o centro de minha prática. Pegando a lista, eu comecei com os aspectos que tinham o menor impacto em meu caminho e lentamente os risquei, um por um. O que eu deixei era uma jornada que eu fiz em meus sonhos e as florestas que eu frequentei na porção costeira das montanhas do estado do Oregon.
Eu comecei a olhar as áreas onde os dois correspondiam. A passagem no mundo dos sonhos foi considerada como uma jornada de um tipo de realidade a outro. As florestas que eu frequentei muitas vezes estavam envoltas em grossas camadas de nevoeiro -- A névoa marca a fronteira entre os mundos espirituais e materiais em muitas culturas. A fronteira entre mundos era uma terra cinza (gray land). Gray-lan. Graelan. Meu nome fora escolhido.

Não é um passo difícil criar um nome para si mesmo. Tente combinações de nomes. Esqueça consoantes de várias partes da palavra (como o "d" em "land"). Use alternativas de soletração ou soletre a palavra foneticamente ("grae" ao invés de "gray"). Se nada disso funcionar, procure sua herança e veja quais as palavras estão na língua de seus ancestrais próximos. Um dicionário tradutor ou um tradutor on-line pode ajudar na sua busca.

NATUREZA E O ESPÍRITO DO MUNDO

Se nada mais funcionar, simplesmente pergunte qual nome deve ser dado a você. Você não tem que fazer seu pedido a outra pessoa -- pergunte ao espírito do mundo, à Deusa e ao Deus -- a lista é quase infinita. Se você não se sentir inspirado ao escolher um método próprio, simplesmente sussurre alto seu pedido indo para a cama e vá dormir. Algumas vezes a resposta vai vir nos seus sonhos. Outras vezes, um simples evento vai chamar sua atenção -- preste atenção. Você ficará espantado com os modos que seu nome vem a você.

Enquanto estudava as mulheres nativas Norte-americanas, eu precisava de um nome de trabalho para minha jornada xamânica. Eu não irei revelar o nome aqui, mas isto é semelhante ao que aconteceu. Eu andava pra fora de casa sozinha para ir buscar minha visão. Por muitos dias, eu estive pedindo por um nome, cada noite que eu ia dormir. Assim que eu pisei fora de casa, minha atenção foi completamente focada em um gato, pulando através do gramado como se estivesse brincando. Devido minha atenção ter sido totalmente focada -- e eu estar pedindo por um nome de trabalho há algum tempo -- eu sabia que isto era um evento especial. Olhando a cena, eu soube que meu nome de trabalho xamânico era "Gato Saltitante" Apesar de eu ter considerado um grande número de outras possibilidades, o nome de algum modo cabia a mim. Enquanto Gato Saltitante não é realmente meu nome de trabalho, o evento que descrevi onde meu nome foi dado aconteceu desta maneira.

O que há num nome?

Nomes mágicos podem ser usados de muitas maneiras. Nomes públicos nos permitem anonimato enquanto trabalhamos com pessoas que tem que conquistar nossa confiança. Nomes da Arte simbolizam seus caminhos e delimitam marcos em nosso crescimento pessoal. Nomes de Trabalho nos permitem entrar mais profundamente em nossos rituais e trabalhos de feitiçaria.

Mas nomes podem ser usados de outras maneiras também?

Pense no simbolismo usado para achar seu nome da Arte. Cada uma das palavras que você considerou representam um aspecto importante de seu caminho. Ao se basear nesse conceito como seu nome, você tem aquela energia como parte de você. A energia que você escolhe como seu nome se torna uma ferramenta importante que você pode usar no seu caminho.

Você não é apenas "Vento do mar"; você pegou o poder das ondas e a magia dos elementais do ar que existem nas linhas costeiras e fez desta energia uma parte de você. Você é ao mesmo tempo a brisa refrescante do verão e os ventos de tempestade raivosa e as ondas que quebram. Conforme você explora o simbolismo de seu nome em maior profundidade, você vai aumentar o poder do seu nome, a energia que você tem disponível imediatamente. Você pode usar esta energia em um grande número de modos: Para carregar seus rituais, para dar poder a suas meditações, e para fortalecer as áreas onde você é fraco em seu crescimento pessoal.

Por exemplo: O Lobo Verde (Greenwolf) pode originalmente ser levado ao nome por ser solitário e se conecta com este aspecto do lobo. Conforme ele explora o comportamento do lobo, ele pode achar paralelos entre sua própria vida e o ciclo de vida da matilha. Por exemplo, Lobos tendem a gastar parte de seu ano solitariamente e a outra parte com seus companheiros de matilha. Neste simbolismo, Lobo Verde (Greenwolf) pode achar a reafirmação que ele não está errado em precisar de um tempo particular, mas também será lembrado de não se isolar dos amigos e família, pois eles são tão importantes na sua vida como a matilha é para o lobo.

Quando você se encontra com um novo nome, explore o simbolismo. Seu entendimento de quem você é e o nome que você escolheu vai continuar a se expandir. Se você acha que ultrapassou seu nome da Arte, não tenha medo de deixá-lo para trás. Mas leve algum tempo. Se você for paciente com o processo, se você explorar totalmente o simbolismo do nome antes de colocá-lo de lado e assegurar-se de que o novo nome lhe assenta antes de assumi-lo, você vai olhar pra trás e ver que nomes marcaram várias fases de seu caminho. Este não deve ser um processo frequente e recorrente, acontecendo não mais de uma ou duas vezes durante sua prática, a menos que você experimente mudanças radicais no seu caminho.

Se você acha que está ultrapassando seu nome em bases regulares, considere usar apenas o nome público, escolha um nome que se acerte com seu status nômade. Pagãos são literalmente pessoas da Terra. Dê a si mesmo tempo de fixar raízes em seu caminho, para crescer e explorar cada fase do seu desenvolvimento. Com a escolha certa de nomes, você pode aumentar esta experiência e fazer de suas crenças pagãs uma parte integral de quem você seja.

(Texto de Graelan Wintertide)