12 de novembro de 2011

A Egrégora


Você sabe o que significa egrégora?

Hoje vou falar desse conjunto de energias que formam uma aura universal de múltiplas dimensões.

Emanamos diversas energias no ambiente, mentais, emocionais e espirituais. Nesse sentido, quando estamos sentindo algo, falando algo estamos alimentando o prana de vibrações positivas ou negativas.

A denominação vem do grego egrégoro, que significa velar, vigiar. É a força espiritual que cria-se oriunda da soma de energias coletivas de pensamentos e sentimentos.

Em uma denominação mais espiritual pode-se entender como um um campo de energias extrafísicas criadas no plano astral a partir da energia emitida por um grupo de pessoas através dos seus padrões vibracionais.

É exatamente isso que contamina as multidões de forma positiva ou não. Vejamos quando ocorre uma catástrofe, uma morte, tragédia, etc. Centenas e milhares de pessoas que entram em contato com a aquela vibração começam a chorar ou ficam perplexas e pronto, cria-se uma egrégora de sentimentos ruins, pesados e tristes. Enquanto que lá nos bastidores existem grupos assistencialistas, altruístas que com a mesma notícia começam a unir-se emanando boas energias, preces, e assim esse grupo cria uma egrégora de cura, de alivio e de compaixão.

Para onde você quer ser levado? Nós escolhemos até que sentimentos podemos alimentar para não sermos contaminados por ondas vibracionais que não fazem parte de nossa vida, e sim de algo coletivo pelo qual eu acabei conectando e atraindo toda aquela extensa energia.

Ser negativo ou positivo é uma escolha!

Se você quer ter mais leveza basta estar sempre vigiando-se, atento aos seus pensamentos para que escolha egrégoras positivas e construtivas. Viver sem sair ileso disso tudo é impossível, mas alimentar sentimentos ruins gratuitos é esgotar em si uma fonte preciosa de energia.

Vamos sim ver as catástrofes, mas emanar egrégoras positivas ou simplesmente não se conectar com algo que não vai melhorar sua vida e ainda pode aumentar a catástrofe alheia.

Somos todos um e conectados por uma grande teia energética. Que os fios que nos conectem seja apenas os de paz e amor.


Texto de Adriana Perazelli