24 de janeiro de 2014

Livro das Sombras: O que escrever





O Livro das Sombras
(Por Viviane Lopes)

Saudações!
Uma das dúvidas da maioria dos iniciantes é a respeito do Livro das Sombras.
Muitos não sabem por onde começar, o que escrever, como proceder, como fazer o Livro, enfim, inúmeras dúvidas que surgem no momento de fazer seu Livro das Sombras (ou Book of Shadows, no original em inglês).

Por causa destas dúvidas, decidi fazer esta postagem a fim de esclarecer alguns quesitos e também desmistificar, porque escrever no Livro das Sombras não é tão difícil quanto parece.

As principais dúvidas são:
1- Comprar pronto ou fazer o próprio Livro?
2- O que escrever primeiro? E depois?
3- E quando o Livro estiver cheio, posso fazer outro?
4- Posso fazer meu Livro no computador?

Com base nestas e outras dúvidas, vamos lá!

1- Comprar pronto ou fazer o próprio Livro das Sombras?

Tanto faz. Você é quem decide. Afinal de contas, existe o ritual de consagração de instrumentos mágicos, que obviamente serve para o Livro das Sombras, então não há problema em comprar um prontinho ou confeccionar.
É claro que, se você confeccionar o seu próprio Livro, ele vai ter o seu toque pessoal, vai ter sua energia e será do jeito que você desejar.
Porém, existem muitos artesãos que fazem Livros das Sombras belíssimos e que estão disponíveis para venda na internet.
Mas não é obrigatório ser “aquele” Livro das Sombras, todo enfeitado, como sempre vemos em postagens por aí. O que vale é o poder que ele terá, portanto, não importa que seja um simples caderno, uma agenda, uma pasta, um fichário, etc. O que importa é que ele é seu e será usado com o propósito mágico.
De que adianta ter aquele Livro das Sombras todo chique se você nem sabe como utilizá-lo? Então, saiba que a simplicidade faz parte desta escolha.

2- O que escrever primeiro? E depois?

Pois é, esta é uma pergunta constante, porém, a resposta é mais simples do que você imagina.
O Livro das Sombras é como um diário dos bruxos. Nele, você anota tudo o que é relacionado às suas práticas mágicas e o que aprendeu.
Mas como assim? Tudo o quê?

Veja bem, quando você faz a sua auto dedicação e se compromete a estudar a religião Wicca e a Bruxaria, você aprende inúmeras coisas, pois não é simplesmente praticar a magia, é necessário saber o seu significado, suas origens, por que, quando, onde, como, etc.
O Livro das Sombras serve para ser consultado em caso de alguma dúvida, pois obviamente, não existe a necessidade de memorizar tudo o que se lê, claro né, se todos memorizassem tudo, não existiriam agendas, diários nem computadores.

Então, vamos por partes:


TERMO DE ABERTURA

Na 1ª página em branco, escreva de próprio punho com qualquer caneta, lápis ou canetinha. Algumas pessoas já me perguntaram sobre uma caneta especial para escrever no Livro das Sombras, que alguém de não sei onde disse que é obrigatório, ora, isto não existe, o que você tiver à mão é o que você vai utilizar. Vai da sua preferência.
Nesta 1ª folha você vai escrever seu nome e as palavras de consagração do Livro, mas não escreva nada copiado, escreva o que vier à sua mente, pois a consagração é sua, o Livro é seu, particular e intransferível.
Ah, não se esqueça de fazer isto em uma noite de Lua Nova ou Cheia, após as 18hs, basta jogar sal grosso em volta do lugar onde você está com o Livro, acender uma vela branca e um incenso de mirra ou sândalo.
Vou dar um exemplo de algo para escrever para que você tenha uma noção:

“Eu, (seu nome), consagro este Livro das Sombras à Deusa e ao Deus, pois aqui estará toda a magia que utilizarei em honra a eles.
Deixo registrado aqui todo o poder, respeito, adoração, consagração e dedicação.
Pelo poder da Deusa Mãe e do Deus Pai, pela Lei Tríplice, pela Terra, Fogo, Água, Ar e Espírito, que a partir deste momento fica registrado o laço entre nós e o meu compromisso com as divindades.
Que assim seja e assim se faça!”

Após anotar estas palavras, leia-as em voz alta e depois levante o Livro e erga-o para os 4 quadrantes: Norte, Sul, Leste e Oeste.
Ao passar por cada quadrante diga:

“Peço à Deusa e ao Deus que abençoem este Livro das Sombras e me guiem no caminho sagrado da magia.”

Deixe a vela e o incenso queimarem até o fim, pegue as sobras e enterre.
Obs.: Não é necessário que você permaneça no local até a vela terminar, mas tenha o cuidado de não deixar a vela em algum lugar que possa causar acidentes.

Após anotar a consagração da 1ª página e finalizar o ritual, seu Livro das Sombras está pronto para ser usado.
(Sei que algumas pessoas já fizeram ou já compraram seu Livro das Sombras. Mesmo que você já tenha feito e já escrito algo, não há problema, basta consagrar ok?)

INTRODUÇÃO

Vá até a página seguinte do seu Livro e comece escrevendo com suas palavras, em forma de diário, como você se encontrou na Wicca. Por exemplo:
“Conheci a religião Wicca através de um amigo e me identifiquei, por isto decidi segui-la.” Etc, etc, etc.
Anote o que vier à mente, pois é a sua intuição que vai te guiar. Imagine daqui a 10 anos, quando você voltar lá no comecinho do Livro e ler as coisas pessoais e sentimentos que você sentia nesta época. Será uma sensação ótima, portanto, escreva de coração. Caso queira enfeitá-lo fazendo desenhos, colando figuras, folhas, símbolos ou coisas que lhe agradam, fique à vontade.

Após preencher 1, 2 ou quantas folhas desejar, vá para o passo seguinte: os estudos.
Veja a quantidade de folhas que ainda resta no seu Livro das Sombras e divida-o em 3 partes iguais, com as mesmas quantidades de folhas.
  
PRIMEIRA PARTE

Anote em cada folha as coisas básicas da religião, pois você precisará consultá-las sempre que necessitar. Separe uma folha para cada tópico.
Vamos à listinha básica? 

O que é Wicca? Introdução, dogmas, a Deusa, o Deus, etc.
Éticas e leis wiccans: a Lei Tríplice, as 13 Metas, etc.
A Pirâmide dos bruxos.
A Roda do Ano: Datas de cada Sabbat e um resuminho do que significam.
Os Esbats: Um breve resumo do que se trata e se você desejar deixe um espaço para que possa acrescentar o calendário lunar do ano civil em que estamos.
Incensos e suas utilidades: Não precisa ser todos, coloque os que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.
Ervas e suas utilidades: Não precisa ser todas, coloque as que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.
Cristais e suas utilidades: Não precisa ser todos, coloque os que você usa mais e com o tempo poderá aumentar a listinha.

Após anotar tudo isto, a primeira parte do seu Livro das Sombras estará pronta, pois nela você terá o básico da religião.
Deixe mais folhas em branco, pois com certeza você precisará anotar mais coisas posteriormente, como tabelas planetárias, magia dos dias da semana, horários mágicos e outros detalhes.
Importante: isto não é tudo, o estudo da Bruxaria e Wicca é muito longo, muito extenso. Não pense que só com isso você será um sacerdote ou sacerdotisa, são necessários anos de estudo, esta listinha é apenas a pontinha de tudo.

SEGUNDA PARTE

Esta parte do livro servirá de Grimório, ou seja, é o lugar onde você vai anotar os feitiços e receitas que aprendeu (e está aprendendo), como proceder, o que fazer, enfim, um pequeno manual de feitiços e receitas mágicas.
Esta anotação é muito útil, pois quando você precisar consultar algum feitiço, ele estará ali, sempre à mão.
Outro detalhe é que, com o tempo de prática, você mesmo vai passar a criar seus próprios feitiços, o que é muito bom, pois terá o seu toque pessoal. Mas não se esqueça das correspondências, cada coisa tem seu significado, ao elaborar um feitiço, observe bem o que está fazendo.
Vale também para receitas de comidas e bebidas mágicas e ritualísticas.

TERCEIRA PARTE

Agora vem a parte do diário. Este espaço do Livro das Sombras vai servir realmente de diário para você. Nele você vai anotar as suas experiências vividas nos rituais. São coisas muito particulares, como por exemplo:
Como você fez o ritual? Descreva os detalhes de como foi feito.
Qual foi o seu objetivo, o seu propósito, o motivo de ter feito o rito. Foi um Sabbat? Um Esbat? Um banimento? Uma consagração? Um feitiço? Etc.
O que sentiu antes, durante e depois.
Meditação: Descreva os mesmos detalhes. Como, quando e onde foi feita, como você se sentiu e quais foram os resultados.

Anotar estas coisas significa que você está acompanhando a sua vida religiosa e faz com que você se sinta mais conectado às divindades, assim como com a natureza e tudo o que está ao seu redor. Vivenciar e anotar estas experiências é muito importante, pois assim você estará aguçando a sua espiritualidade.

É claro que podem ser anotadas muito mais coisas, estas que eu mencionei são só alguns exemplos.
Outra coisa que pode ser feita também, caso você prefira, seria um Diário Mágico a parte, onde você anotaria estas experiências, deixando o Livro das Sombras somente com 2 partes, o que é bem mais interessante, pois suas anotações particulares ficariam guardadas separadamente. Mais uma vez eu digo: fica a seu critério.

3- E quando o Livro estiver cheio, posso fazer outro?

Claro que sim! Com certeza!
Não há problema algum em fazer novos Livros. O anterior continuará tendo valia, pois servirá de consulta. Eu mesma tenho vários, inclusive costumo organizar os tópicos em pastas, assim eu posso acrescentar ou tirar algo do seu devido lugar.

Outra coisa muito importante é que, se você fizer um curso ou fizer parte de um Coven, você terá mais de um Livro das Sombras, pois tudo o que você estuda deve ser registrado. E não se desespere para se iniciar, pois durante os anos de estudo, você mesmo(a) vai observar que apenas um ano e um dia não são suficientes.
O aprendizado é por toda a vida, todos os dias aprendemos coisas novas, tanto na vida religiosa, quanto na vida pessoal, profissional, amorosa, etc.


4- Posso fazer meu Livro das Sombras no computador?

Claro, por que não?
Ah, mas aí vai vir um bruxo tradicionalista dizendo que não, que o certo é fazer o livro e anotar tudo à mão. Ok, senhor bruxo da idade média, eu vivo no século XXI e sou perfeitamente adaptável a mudanças, se você não é, então pra quê tem computador, celular, tablet, smartphone e toda essa parafernalha tecnológica? Livre-se de tudo, então. 

Não há problema nenhum em ter um Livro das Sombras no computador, afinal, é muito prático você ter arquivos salvos para ler onde quer que esteja, sem precisar sair por aí carregando um livro enorme e pesado. Sem falar que o Livro das Sombras particular não pode ser visto por outras pessoas, só por você, neste caso, um arquivo com senha vem bem a calhar.

Bom, então é isto. Espero ter esclarecido as dúvidas.
Caso haja mais alguma dúvida, deixe nos comentários e eu respondo.
Bênçãos plenas a todos!

Viviane Lopes
(Podem copiar à vontade, porém, mencionem minha autoria, por favor, respeito é tudo)

Abaixo alguns modelos de Livros das Sombras coletados na internet:




















Curta e acompanhe: