26 de julho de 2014

Handfasting - Parte 02

Saudações!
Continuamos aqui com a segunda parte da postagem sobre Handfasting - O Casamento Wiccan.
(Clique para ver: PARTE 1, PARTE3)


Um exemplo de cerimônia de handfasting

A data pode ser escolhida para estar perto de uma lua cheia. Handfastings durante o mês de Maio são raros, porque esse é o mês da união da Deusa e do Deus. (A maioria dos wiccans acredita em duas divindades, feminino e masculino.)

A cerimônia é realizada ao ar livre, muitas vezes; de preferência, em uma área arborizada; às vezes em uma encruzilhada. Um local coberto é reservado no caso de chuva.

A noiva não estará vestida com um vestido de noiva tradicional. O casal vai usar roupas diferentes para a cerimônia. A noiva muitas vezes usa vermelho. Porém muitos gostam de optar pelo estilo medieval, tanto nas roupas quanto nos adornos.

Um círculo é formado no chão com pedras, cristais ou algum outro marcador.
Esta circunferência pode ser grande o suficiente para marcar o local da festa de casamento inteira e seus convidados, com muito espaço vazio. Ou pode ser uma área reservada somente aos noivos e ao celebrante.
Velas são utilizadas para marcar os quatro pontos cardeais.
Um altar será colocado de forma que fique perto do centro do círculo. Neste altar vão estar os documentos de casamento, um athame, um cálice, um pano, corda ou fita; uma caixa pequena e um sino. Uma vassoura é colocada ao lado do altar. Flores podem ser espalhadas dentro do círculo. Os noivos ficam de frente para o leste do círculo, e podem usar coroas de flores. Amigos e familiares ficarão reunidos em torno do círculo para assistir à cerimônia.


O celebrante toca um sino três vezes para indicar o início do ritual e para demarcar as divisões dentro da cerimônia de handfasting.

O casal se aproxima do círculo ao leste - a direção do nascer do sol; este simboliza o crescimento em seu relacionamento. Eles andam uma vez ao redor do círculo e entram pelo ponto leste.

O celebrante explica aos visitantes o significado do ritual a ser realizado.

O círculo é, então, lançado (Isto é feito por uma Sacerdotisa ou Sacerdote Wicca). O (a) Sacerdote(isa) caminha ao redor do círculo quatro vezes, com elementos que representam terra, ar, fogo e água, recitando uma declaração em cada uma das quatro direções.

Respondendo a uma pergunta do celebrante, o casal declara sua intenção de unir-se um ao outro para que eles sejam um, aos olhos do Deus e da Deusa, e de familiares e amigos presentes.

O celebrante faz a pergunta tradicional se alguém presente tem conhecimento de qualquer razão para que o casal não deve ser comprometido, normalmente e  felizmente, ninguém se opõe.
Obs: Esta é uma exigência legal para um casamento em algumas jurisdições, porém, não é obrigatório para os neopagãos.

O casal recita um comunicado, dizendo que eles vieram de sua própria vontade "em perfeito amor e perfeita confiança" buscar a parceria de seu futuro cônjuge. Eles trocam alianças. Cada um recita uma declaração preparada, como por exemplo:
"Eu, [nome], comprometo-me a estar com [nome] na alegria e na adversidade, na totalidade e quebrantamento, na paz e na turbulência, vivendo com ele / ela fielmente todos os nossos dias de maio. Que os Deuses me deem a força para manter esses votos. Assim seja."

O celebrante diz a eles para que bebam do mesmo copo. Cada bebida separadamente. Então, cada um tem o copo para que o outro possa beber. Isto simboliza a necessidade de um equilíbrio entre separação e união em sua futura vida juntos.



O casal junta as mãos esquerda e direita juntas. Seus braços e corpos formam uma figura 8 quando visto de cima. Um duplo círculo é o símbolo de infinito matemático e um símbolo religioso antigo para a união de um casal.

O celebrante vai amarrar levemente uma corda, fita, ou tira de pano sobre as mãos do casal (A Fita de Handfasting). Isso identifica que o compromisso está sendo firmado. Em algumas Tradições, ou por opção dos noivos, este compromisso pode ser firmado por 1 ano e 1 dia e após este período o casal pode voltar para o celebrante e repetir seus votos. Isto simboliza a intenção de ter uma relação permanente. Este ritual é a fonte da expressão "dar o nó".

Cada um lê uma declaração para o outro, expressando seu amor e suas esperanças para o seu futuro juntos. Como suas mãos estão atadas, os textos são segurados pelos padrinhos para que eles possam ler. 

O casal usa o athame para cortar uma mecha de cabelo de cada um. Este é colocado em uma caixa (Lembra da caixa que fica no altar da cerimônia?). Isto simboliza a sua relação futura, tão íntima como a mistura de seus cabelos.

O celebrante pode dar conselhos, se desejar, dizendo palavras como por exemplo:
"Sejam compreensivos e pacientes, cada um com o outro. Sejam livres na doação de afeto e calor sensual entre vocês.
Não deixem que o medo e a dúvida separem seus caminhos. Os Deuses estão com vocês agora e sempre.”

O celebrante pergunta aos convidados reunidos se eles vão apoiar o casal em seu novo relacionamento. Eles respondem "sim, apoiamos". O celebrante então pronuncia:
“A partir desde momento, em nome da Deusa e do Deus, eu os declaro casados.”

O casal se beija. Este beijo representa o primeiro presente que dão um ao outro após casados. Eles então, seguram o athame juntos, elevam para o alto e a colocam de ponta para baixo dentro da caixa.

O celebrante, casal e testemunhas assinam os documentos do casamento.


Após as formalidades concluídas, o casal recém-casado junta as mãos e salta por cima de um cabo de vassoura. Isto simboliza o esforço necessário para fazer um trabalho de relacionamento e união.

A bênção pode ser recitada pelo celebrante, com suas palavras ou como no exemplo.
Um exemplo de bênção matrimonial:

"Agora vocês não irão se molhar na chuva, pois cada um de vocês será o abrigo do outro.
Agora vocês não vão sentir frio, pois cada um de vocês dará calor ao o outro.
Vocês são duas pessoas, mas há apenas uma vida entre vocês.
Sigam agora para seu lar, onde viverão juntos e que seus dias sejam bons e longos sobre a terra.
Assim seja!”

O Sacerdote ou Sacerdotisa, que originalmente lançou o círculo, agora o desfaz.
“O círculo está aberto, mas não quebrado. Que a paz dos Antigos esteja em nossos corações.
Abençoados sejam!"

O sino é tocado três vezes. O casal então anda no sentido horário em torno do círculo, cumprimentando amigos e familiares.

Após a cerimônia encerrada, todos festejam.



**********
Obs.: este exemplo foi retirado do site: 
Esta cerimônia é apenas um exemplo, os handfastings podem ser feitos de outras formas, conforme a Tradição ou opção dos noivos.

Abaixo, alguns links de vídeos no YouTube com outros exemplos de cerimônias (heterossexuais e de pessoas do mesmo sexo). Notem que alguns são mais formais, outros mais descontraídos.
Os primeiros vídeos são estrangeiros, o último é brasileiro.


Na parte 3 responderei as dúvidas que foram enviadas para mim.
Na página do Facebook Wicca Ipatinga tem um álbum com diversas fotos de casamento, para ver, CLIQUE AQUI.